ARTIGO GINASTICA LABORAL

 

O mau funcionamento do sistema musculoesquelético tem sido associado a fatores de risco individuais, biomecânicos e organizacionais relacionados ao ambiente de trabalho. Essas alterações desenvolvem-se dia após dia, apresentam um curso crônico e, muitas vezes, acabam permanecendo sem tratamento.


Ao buscar medidas utilizadas com finalidade de prevenir essas disfunções, a prática de exercícios em ambiente de trabalho vem ganhando cada vez mais importância. Isso porque a atividade física contribui para promover melhora tanto de aspectos físicos (força, flexibilidade, condicionamento cardiovascular), como de ordem psicológica (aumento dos níveis de atenção e redução do estresse), que resultam no progresso das condições gerais de saúde e da qualidade de vida do trabalhador. Além disso, a prática de atividade física no ambiente ocupacional pode contribuir para diminuição do número de acidentes de trabalho, para melhora da produtividade e qualidade do trabalho realizado.


A Ginástica Laboral é o conjunto de práticas de exercícios físicos realizados durante o expediente de trabalho. Essa prática procura equilibrar as estruturas osteomusculares mais utilizadas e ativar as que não são exigidas durante o trabalho, relaxando e fortalecendo-as.  A Ginástica Laboral é realizada com intervalos de dez a quinze minutos diários. O seu objetivo é proporcionar ao funcionário uma melhor utilização de sua capacidade funcional com exercícios de alongamento, de prevenção de lesões ocupacionais e dinâmicas de recreação. Também contribui direta ou indiretamente para a melhoria do relacionamento interpessoal.

 

 


Benefícios do programa de Ginástica Laboral:
-Prevenção de desequilíbrios osteomusculares relacionados ao trabalho, como lesões por esforço repetitivo;
-Melhora da atenção durante o trabalho e consequente aumento da produtividade;
-Diminuição dos acidentes de trabalho;
-Melhora do sistema cardíaco, respiratório e musculoesquelético (prevenção da fadiga muscular);
-Promoção da consciência corporal;
-Aumento do ânimo e disposição para o trabalho (modifica o clima organizacional e proporciona uma maior interatividade entre os colaboradores);
-Redução da rotatividade dos funcionários;
-Diminuição do absenteísmo (colaboradores com boa disposição e bem-estar, tendem a se afastar menos por melhores condições de saúde).


Nós do grupo GMSO, possuímos profissionais capacitados para implantar e desenvolver a prática da Ginástica Laboral em sua empresa. Antes de iniciarmos o programa, visitamos os setores e avaliamos os movimentos executados pelos colaboradores, com o objetivo de elaborar um plano ergonômico para a personalização da ginástica, e assim promover saúde de forma correta sob uma supervisão adequada.

Escrito por:

Mariana Chavoni Peres
Fisioterapeuta
CREFITO-8/176807-F

Elaine Yonemura
Fisioterapeuta
CREFITO-107203-F